Medicina é muito mais que ficcao!

Medicina é muito mais que Ficcao!

A Série: Dr. House parece ter despertado o interesse de mutos para cursarem medicina.
Nela o Dr. House, é um sujeito que nao gosta de seguir regras, nem protocolos, porém tem um conhecimento profundo das enfermidades apresentadas, o que parece ser uma rede onde ele se perde diante de tantas doencas. Mas como em medicina muitas vezes um diagnóstico tem que ser feito por uma equipe multidisciplinar, ele está rodeado de outros médicos que tem que "suportar" os dissabores de House, afinal, ele sempre consegue. http://www.youtube.com/watch?v=sIDd43lGHpc
Contudo a realidade de medicina, como em muitas outras profissoes, a pessoa precisa ter disciplina pra estudar, persistencia pra continuar e amor pelas pessoas, que sao mais que meras doencas, ou números, como aparece na série.

Se alguém deseja estudar medicina precisa saber que para cada matéria em média se estuda no mínimo umas 100 páginas, e no caso da Bolívia, tem que estudar em espanhol (pior se fosse em russo).

A assimilicao no início nem sempre é muito boa, pois quem estuda idiomas sabe que de um país pra outro a pronúncia e o significado de muitas palavras mudam. Isto é muito bem observado no Brasil, cada regiaotem sua "linguagem própria".

Quando uma pessoa chega em Santa Cruz de la Sierra se depara com os kambas falando um espanhol mais ocidentalizado, porém quando encontra o povo colla, eles puxam o "z" em tudo, por exemplo: Um kamba fala: "haga esto rápido". e um colla fala: "Haga esto zápido". Por isto e que aconsehlamos a pessoa quando vier estudar na Bolívia a vir pelo menos um mesm antes para se acostumar com o idioma, isto será de muito proveito, pois as universidades aqui tem o chamado pré-grado que dura 1 mes (argentina, a duracao é de um ano). É um curso que prepara o aluno para a realidade academica, e ainda poderá ter contato com o espanhol destes dois povos que predominam na Bolívia. Existem outros e vários idiomas, pelo que sei até agora sao pelo menos uns 6 idiomas, fora os dialetos.

Medicina é muito mais que ficcao, é pe no chao, e muito estudo.

E para aqueles que pretendem buscar bolsas de estudo, em geral as universidades particulares oferecem bolsas de estudos para aqueles que praticam esportes como futebol, volleibol, basquetebol, porém tem que cursar pelos menos o primeiro semestre todo para sua mensalidade e nao tirando nota baixa.
Para ser aprovado a média da Bolívia em universidades é de 51 pontos (como em muitas universidades no Brasil e no mundo), porém quem consegue se manter acima dos 90 pontos pode conseguir uma bolsa integral. E para ganhar bolsas em universidades estatais a pessoas precisa antes de mais nada precisa fazer o pre-grado que dura um ano e passar na prova no final do ano (na argentina também é assim). E no caso das estatais descobri hoje que eles fazem uma grande festa para a chegada dos novos alunos no final de ourubeo com direito a desfile, concursos, e tudo mais.



Achei estas dicas na internet e creio que sao muito importantes´para quem deseja conseguir uma bolsa de estudos no exterior.
Dicas de ouro para estudar no exterior na faixa:
- Informe-se sobre a área de estudos que quer cursar: a melhor universidade, o país mais especializado.
- Antene-se com o contexto mundial e regional.
- Mostre-se alguém esforçado, persistente e ambicioso.
- Não demonstre que seu intuito principal é sair do país e morar fora por uns tempos.
- Demonstre paixão pelo tema que pretende estudar.
- Comece a pesquisar sobre bolsas pelo menos um ano antes de se candidatar a uma.
- Entre em contato com as entidades de classe da sua área para ter conhecimento de todas as bolsas existentes.
- Entre em contato com ex-bolsistas e observe suas principais virtudes.
- Peça para o autor da carta de recomendação ser bastante enfático sobre você e suas qualidades específicas e experiência profissional.
- Peça ajuda a um profissional para fazer sua cover letter (carta descritiva), tal como um professor de inglês.
- Escolhe a instituição de fomento que privilegia a sua área de estudo.
- Não deixe o nervosismo tomar conta na hora da entrevista.
- Mostre a contribuição que o seu estudo pode trazer para o Brasil e para a relação deste com o país para onde vai.

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada